Paróquia N. S. de Guadalupe (Matriz)

Breve história 

guadalupe
Com a criação do bairro S. Jorge IV, as famílias que vieram de diversos bairros desta cidade, realizando o sonho de sua casa própria, se reuniam em suas casas rezando o terço em família e  buscavam participar das Celebrações Eucarísticas, catequese, encontros na comunidade mais próxima que era até então a  Comunidade S. Jorge, pertencente à paróquia S. João Batista, no bairro S.Jorge e  depois passou a ser da  Paróquia NS do Carmo. Passado algum tempo, estas famílias então sentiram a necessidade de formar a sua própria comunidade.

Estavam em missão em Uberlândia nesta época, três irmãs Salesianas de nomes Aparecida, Margarida e Mozarelo, que incentivaram muito esta iniciativa e a partir desta idéia então, sugeriram alguns nomes para a mesma, dentre os quais foi escolhido o nome, NS. de Guadalupe. Feito isto, começaram então a se reunirem e celebrar a Santa Missa nas casas dos fiéis, com a presença do pároco da paróquia S. João Batista, Pe Genésio Donati. A primeira missa foi realizada no dia 06 de junho de 1993.

Uma moradora de nome Rita Luzia, que fora transferida do bairro Luizote de Freitas, para trabalhar no Caic Laranjeiras e que foi dentre tantos outros, uma das grandes benfeitoras desta comunidade, conseguiu a liberação com os diretores, para a realização destas celebrações e encontros de catequese na escola. Pouco tempo depois, através do Pe. Genésio Donati, conseguimos o terreno para a construção do Centro Comunitário, na Rua Iraque 222, que posteriormente foi cercado com a colaboração dos moradores, alavancados pelo Pe. Olezil, que assistia a comunidade nesta ocasião. Foi então que, chegou a Uberlândia o padre Edoardo Ferrari da Congressão Cavanis e deu se início uma nova caminhada.

A criação da Paróquia  aconteceu no dia 08 de março de 1998, pelo revmo. Sr. D. José Alberto Moura, bispo diocesano de Uberlândia, quando Pe. Edoardo Ferrari, da Congregação religiosa dos Padres Cavanis, foi nomeado como pároco, assumindo as comunidades: Rainha da Paz, São Francisco de Assis, Imaculado Coração de Maria, Nossa Senhora das Graças e Nossa Senhora de Guadalupe sendo esta, a (matriz).  Daí então se iniciou a construção deste centro comunitário, com grande empenho do nosso pároco Pe. Edoardo Ferrari e com o apoio dos fiéis, realizando eventos, rifas e através de doações.

Neste local passou–se a celebrar a Santa Missa, realizar-se encontros catequéticos e de formações e onde também se desenvolveu o trabalho  social: Centro Educacional Cristina Cavanis, atendendo 180 crianças carentes dos bairros circunvizinhos. Esta instituição é mantida com a subvenção da Prefeitura Municipal e por meio de doações das comunidades e colaboradores.

Como as celebrações acontecessem no salão do centro comunitário, o local mais amplo, mas não o mais apropriado, solicitamos da Prefeitura  Municipal de Uberlândia, a doação de um terreno ao lado, onde seria construída a tão sonhada Igreja Matriz. A doação do terreno aconteceu na administração paroquial do Pe. Manoel Rosalino Pereira Rosa que também deu uma grande contribuição neste projeto. Empossado como pároco em fevereiro de 2006, Pe. Milton Cezar Freo Tubias, após aprovação de parte deste projeto junto à prefeitura, deu início a esta obra. Até o momento foi construída uma pequena parte, onde brevemente funcionará a secretaria paroquial. A edificação da igreja, ainda depende de alguns processos burocráticos e meios financeiros para tal, pois a comunidade tem poucos recursos, o dízimo é pequeno e os eventos não geram renda suficiente para tão dispendiosa construção.

O primeiro pároco a coordenar os trabalhos desta paróquia foi Pe. Edoardo Ferrari, sucedido por Pe. Edino Lopes, Pe. Manoel Rosalino Pereira Rosa, Pe. Milton Cezar Freo Tubias, Pe. João Pedro Pinheiro e o atual pároco Pe. Franco Allen Somensi. Juntamente com eles, os vigários e formadores Pe. João da Costa Holanda e Pe. Silvestre Selunk, Pe. Giovanni Carlo Tittoto, Pe. Adriano Sacardo, Pe. José Amilton Gomes dos Santos. Todos da Congregação das Escolas de Caridade.  

Endereço Paróquia N. S. de Guadalupe (Matriz) 

Nossa Senhora de Guadalupe – Rua Iraque, 222 – Bairro Laranjeira

Curso de Batismo

Preparação de Batismo Para Pais e Padrinhos

MATRIZ
PREPARAÇÃO: QUARTO DOMINGO DE CADA MÊS
HORÁRIO: 08:00 ÀS 12:00 H
Responsável: Aline e Anísio INSCRIÇÕES: 3214 3291(matriz)

BATIZADOS: 1º DOMINGO (MATRIZ) E 3º DOMINGO (Comunidades)
INSCRIÇÕES: SECRETARIA PAROQUIAL
APRESENTAR: CERTIDÃO DE NASCIMENTO DA CRIANÇA, COMPROVANTE DE CURSO DOS PAIS E PADRINHOS
DEMAIS INFORMAÇÕES: ENDEREÇO, FONE, NATURALIDADE E OUTROS.

TAXA DE BATISMO: R$ 50,00 (REAIS) TRANSFERÊNCIA: R$ 5,00

Padrinho ou madrinha de Batismo :

Casados: Casados na Igreja católica Apostólica Romana, por coerência com o testemunho de vida que devem dar aos afilhados (cf. Cân.872.874, 3-4)

Solteiro(a): Ter no mínimo 16 anos, ter a primeira Eucaristia e ser crismado. (cf. Cân.873)
A função do padrinho e da madrinha de Batismo é de acompanhar a criança em sua vida espiritual. Bem como no aconselhamento dos pais e orientando-a para catequese. Seu primeiro compromisso é testemunhar a vida cristã.

Não casados: Se os pais não são casados, ao menos um dos padrinhos, seja casado na Igreja católica Apostólica Romana, por coerência com o testemunho de vida que devem dar aos afilhados (cf. Cân.872.874, 3-4).

Pessoa não católica: É permitido a uma pessoa não católica ser admitida só como testemunha do batismo, ao lado de um padrinho e uma madrinha católica (cf. Cân. 874,2).

Entre em contato, clique aqui

Deixe uma resposta