Comunidade Imaculado Coração de Maria

imaculado

Comunidade Imaculado Coração de Maria
Festa da padroeira: 1º sábado após a Solenidade do Sagrado Coração de Jesus
Quando , por volta do ano de 1992, no então Parque Granada, missas eram celebradas pelo Pe. Genésio, da Paróquia São João Batista, uma vez por mês nas casas de moradores do Bairro.

O Pe Genésio, sugeriu a criação da comunidade, para isto citou três nomes, onde o nome Imaculado Coração de Maria, foi eleito em uma missa na Rua Orisvaldo Pena N° 10, casa de um casal católico do Parque Granada.

A Comunidade Imaculado Coração de Maria, foi criada em 06 de maio de 1993, dando início à caminhada do povo de Deus nesse bairro. Logo, o mesmo Pe. Genésio sugeriu que alguém se dispusesse de um espaço (terreno) para fixar o local das celebrações.

Foi então que um casal, morador da Rua Alfredo Maximiano Alves n° 121, colocou a disposição da comunidade um terreno ao lado de sua casa, dando início a construção de um barraco coberto de lona, ano de 1995.

A Comunidade era assistida pelo seminarista Fernando (Padre Fernando, hoje, falecido) e o Padre Olezil, da recém criada “Quase Paróquia Nossa Senhora do Carmo”, com isto foram surgindo as Pastorais, dízimo, batismo, jovens, canto e movimentos, Legião de Maria e círculos Bíblicos e outros.

Uma imagem da Maria Santíssima, o Imaculado Coração de Maria, Padroeira da comunidade, foi doada por uma senhora muito religiosa a qual permanece até nos dias de hoje na comunidade.

Com realização do Encontro de Casais com Cristo, o 1° da Paróquia Nossa Senhora do Carmo a comunidade cresceu muito. Os casais chegaram na comunidade com ânimo e vontade de ver “céu aqui na terra” e Cristo na Comunidade.

Em 1998, foi criada pela Diocese de Uberlândia a Paróquia Nossa Senhora de Guadalupe, da qual esta comunidade faz parte. No início, foi agraciada com a vinda do Pe Edoardo Ferrari, onde sonhos foram realizados: ter uma construção de alvenaria, espaço celebrativo e salas para catequese e reuniões.

Olhando para o futuro, temos a certeza que teremos uma bela Igreja, que se ergue ao lado do salão para celebrações e missas nesta comunidade. Tudo isto pela união de suas Lideranças e as orações de todo este povo de Deus.

Que Deus retribua em bênçãos tudo que as pessoas pioneiras da comunidade, fizeram e ainda fazem até hoje. Nós que chegamos depois, somos gratos por tudo; pelas lutas através da União, Amor e Fé. Não citamos nomes, para não se fazer injustiças, esquecendo-se de alguns.

Que o Imaculado Coração de Maria sejam nosso refúgio e salvação. Amém.

Paz em Cristo.

Atividades da semana na Comunidade Imaculado Coração de Maria

Segunda às 19h30, terça das Mães Orantes.

Terça às 7h da manhã e às 7h da noite reunião Legião de Maria

Na terça também às 19h15 preparação para o Crisma.

Quarta às 19h30, Terço dos homens.

Quinta às 19h30 grupo de oração Nossa Senhora da Defesa.

Sexta às 19h30 Missa.

Sábado às 8h da manhã Ofício de Nossa Senhora, e as 9h da manhã Catequese.

E domingo às 8h da manhã Missa.

No domingo após a Missa tem reunião dos Vicentinos.

Endereço Comunidade Imaculado Coração de Maria

Imaculado Coração de Maria – Rua Alfredo Maximiano Alves, 52 – Bairro Granada

Curso de Batismo

Preparação de Batismo Para Pais e Padrinhos

IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA
PREPARAÇÃO: SEGUNDA SEMANA DE CADA MÊS
DIAS: SEGUNDA E TERÇA ÀS 19 H:30MIN
RESPONSÁVEL: BELTRÃO E EDMAR INSCRIÇÕES: 3231 5103

BATIZADOS: 1º DOMINGO (MATRIZ) E 3º DOMINGO (Comunidades)
INSCRIÇÕES: SECRETARIA PAROQUIAL
APRESENTAR: CERTIDÃO DE NASCIMENTO DA CRIANÇA, COMPROVANTE DE CURSO DOS PAIS E PADRINHOS
DEMAIS INFORMAÇÕES: ENDEREÇO, FONE, NATURALIDADE E OUTROS.

TAXA DE BATISMO: R$ 50,00 (REAIS) TRANSFERÊNCIA: R$ 5,00

Padrinho ou madrinha de Batismo :

Casados: Casados na Igreja católica Apostólica Romana, por coerência com o testemunho de vida que devem dar aos afilhados (cf. Cân.872.874, 3-4)

Solteiro(a): Ter no mínimo 16 anos, ter a primeira Eucaristia e ser crismado. (cf. Cân.873)
A função do padrinho e da madrinha de Batismo é de acompanhar a criança em sua vida espiritual. Bem como no aconselhamento dos pais e orientando-a para catequese. Seu primeiro compromisso é testemunhar a vida cristã.

Não casados: Se os pais não são casados, ao menos um dos padrinhos, seja casado na Igreja católica Apostólica Romana, por coerência com o testemunho de vida que devem dar aos afilhados (cf. Cân.872.874, 3-4).

Pessoa não católica: É permitido a uma pessoa não católica ser admitida só como testemunha do batismo, ao lado de um padrinho e uma madrinha católica (cf. Cân. 874,2).

Deixe uma resposta